Histórias reais Vinicius Delmondes

VÍDEO: Garçonete impede cliente de sai por deixar pouca gorjeta: “É obrigatório?”

O Serviço de Atendimento ao Cliente é fundamental em estabelecimentos de Hospitalidade, como restaurantes e bares, onde a Alimentação e Bebidas são oferecidas aos consumidores. Contudo, a questão da gorjeta tem sido motivo de polêmica em alguns casos, gerando debates sobre sua inclusão na conta final dos clientes.

Recentemente, um vídeo viralizou no TikTok, mostrando uma discussão entre uma cliente e uma garçonete do restaurante Train Bistro, localizado na Cidade do México. A cliente e seu acompanhante foram retidos pela funcionária sob a justificativa de não terem deixado uma “boa gorjeta”.

Nesse contexto, é importante esclarecer que, de acordo com o Ministério Público Federal do Consumidor (Profeco), a gorjeta em restaurantes e bares, assim como em outros estabelecimentos, é voluntária. Isso significa que não pode ser incluída na conta sem o consentimento do consumidor, e os restaurantes não podem exigir a gorjeta, pois ela é considerada uma gratificação espontânea. Além disso, também não é permitido exigir consumo mínimo por parte dos clientes.

Diante dessa situação, a cliente mencionou que, de acordo com a lei, a gorjeta não é mais obrigatória e pediu a intervenção do responsável pelo local. A garçonete, em tom irônico, afirmou que iria completá-los. O desentendimento continuou, com a cliente alegando que a gorjeta não é obrigação e que eles estavam dispostos a dar uma boa gorjeta, mas a garçonete havia recusado.

Para evitar conflitos desse tipo, a Profeco emitiu uma série de recomendações com o objetivo de proteger os direitos dos consumidores. Dentre elas, está a obrigação dos restaurantes de exibir claramente os preços, incluindo impostos, e de fornecer o comprovante de compra no momento do consumo. Além disso, é fundamental que os estabelecimentos atendam todas as pessoas sem discriminação.

Caso os estabelecimentos não sigam essas medidas e desrespeitem os direitos dos clientes, a Profeco disponibiliza diversos canais de reclamação para que os consumidores possam denunciar possíveis abusos.

Em conclusão, a gorjeta é uma gratificação voluntária que não deve ser imposta aos clientes, e é importante que os estabelecimentos respeitem os direitos dos consumidores, seguindo as orientações e recomendações da Profeco para evitar conflitos e garantir uma experiência satisfatória para todos.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.