Curiosidades

Nascem dois filhotes de tartarugas Galápagos e dão esperança à espécie

Nascem dois filhotes de tartarugas Galápagos e dão esperança à espécie

Na Grã-Bretanha ocorreu um evento importante na história da vida selvagem. Com mais animais entrando na lista de espécies ameaçadas a cada dia ou pior, desaparecendo completamente, as notícias recentes são um farol de luz no meio da escuridão.

Este é o recente aparecimento das tartarugas gigantes de Galápagos, das quais algumas delas conseguiram nascer. Segundo os especialistas: “Os filhotes foram gerado por um macho com idade de 70 anos em ótimas condições físicas “.

Este é um projeto que começou em 2018, com a chegada ao zoológico Crocodiles of the World , que fica em Brize Norton Oxfordshire. Seu fundador diz: “Estamos incrivelmente orgulhosos de ter criado com sucesso essas tartarugas, que anteriormente chegaram muito perto da extinção . Desde que essas tartarugas gigantes se juntaram a nós em 2018 estávamos esperando por este dia, é uma conquista significativa para ajudar na conservação da espécie” .

Os filhotes recebem atenção constante, além de uma alimentação adequada para seu bom desenvolvimento.

Ambos pesam aproximadamente 70 gramas, e para atingir o tamanho e peso ideais, sua alimentação consiste principalmente em vegetais, capim seco, entre outros .

Quando atingirem a idade adulta, seu peso chegará a 400 kg ou mais, de fato, dentro de sua espécie são considerados os maiores.

“Ter uma reprodução bem-sucedida com essa espécie icônica realmente significa muito, não apenas para mim pessoalmente, mas para todos aqui no zoológico, especialmente depois de todo o trabalho de nossa equipe . Abrir nossa incubadora para ver uma concha e sentir o bebê se mexer foi indescritível e um momento que ficará com todos os envolvidos por muito tempo”, disse Jamie Gilks, chefe de répteis da Crocodiles of the World.

“Tartarugas gigantes apresentam grande variação de tamanho e forma, mas todas as espécies podem ser classificadas em dois tipos principais de concha: abobadada e em forma de sela”, cita uma revista especializada sobre a espécie.

Essa nova experiência apresenta uma oportunidade de incentivar a conservação das espécies e pensar em nossas ações antes de afetar as diferentes formas de vida.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.