Animais

Gato pula nos braços da mãe depois de ficar perdido por 536 dias

Gato pula nos braços da mãe depois de ficar perdido por 536 dias

Quando Mindy Criner e seu marido Luke vieram para o Abrigo Regional de Animais da Península, na Virgínia, pela primeira vez, eles se apaixonaram por Cat. Ela não era uma gatinha amorosa e sociável como as outras, ela era extremamente tímida e sempre ficaria em um canto enquanto seus outros amigos brincavam normalmente.

Mindy sabia que seria uma questão de tempo e queria dar a ele a oportunidade de saber o que era uma casa para que ele ganhasse confiança.
“Você podia ver em seus olhos que ele só precisava de amor”, disse Mindy.

Embora não tenha sido fácil, Cat conseguiu se ajustar à sua nova casa, e quando Mindy e Luke tiveram um bebê, ele amou imediatamente.

O gato gostava de andar pelo quintal e explorar, mas infelizmente um dia Mindy foi procurá-lo e não conseguiu encontrá-lo em lugar nenhum.

Diante do que aconteceu, a mulher rapidamente contatou a página do Facebook Lost & Found Pets – Hampton Roads para obter ajuda e, em seguida, junto com seu marido, fez todo o possível para encontrar Cat.

Eles colocaram uma caixa de areia e comida do lado de fora na esperança de que cheiros familiares o ajudassem a voltar para casa. Eles também montaram pequenos alojamentos em todo o bairro e pediram aos amigos que os verificassem sempre que pudessem.

Por outro lado, eles usavam métodos tradicionais como placas com seu nome por todo o bairro, mas os dias foram passando sem encontrá-lo e eles começaram a perder as esperanças.

 Publicidade

Mindy disse ao The Dodo:

“As semanas viraram um ano, depois um pouco mais e a cada dia aquele estalo em meu coração partido crescia um pouco.”

Foi uma grande surpresa para Mindy receber um telefonema depois de tanto tempo. Alguém havia encontrado o gatinho!

A mulher achou que era um engano, mas imediatamente foi ao abrigo de onde foi chamada e informou que um homem estava o alimentando pensando que era um gato sem-teto.

Cat foi atropelado por um carro e sobreviveu, o homem entrou em contato com o controle de animais e graças ao seu microchip eles puderam perceber que ele tinha uma família.

Mindy contatou o homem e foi para casa. O gato comia na varanda quando a mulher chegou e assim que se viram pareceu que não fazia muito tempo.

Ela sentou nos degraus esperando o gato se aproximar para o caso de ele estar com medo, ele entrou em seu colo ronronando, e depois se jogou em seus braços mostrando o quanto sentia sua falta.

Mindy disse:

“Eu comecei a andar em direção ao carro onde Luke, meu marido (que tem uma voz incrivelmente distinta), estava conversando com o cara que o estava alimentando, então Cat miou mais alto do que o normal e me deu aquela batida de cabeça super longa. Como se eu quisesse colocar o pequeno pedaço do meu coração partido de volta no lugar.”

Cat sabia que ela finalmente voltaria para casa e se acomodou rapidamente. Desde então, ele e seus pais se abraçam a maior parte do tempo, demonstrando todo o carinho que não puderam compartilhar por mais de um ano.

Compartilhe esta história maravilhosa com um final tão feliz para que todos os donos que infelizmente estão passando pela mesma dor de perder seus animais de estimação não desistam de procurar. A esperança é a última que morre!

Com informação zoorprendente/notasdemascotas

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

  1. zovrelioptor disse:

    Very nice post. I just stumbled upon your weblog and wanted to say that I have truly enjoyed surfing around your blog posts. In any case I will be subscribing to your feed and I hope you write again very soon!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.