Curiosidades

Finalmente é decifrado o mistério do alinhamento das pirâmides de Gizé com as estrelas

Finalmente é decifrado o mistério do alinhamento das pirâmides de Gizé com as estrelas

As pirâmides de Gizé são tão, mas tão antigas que, até mesmo para Cleópatra em sua época, já eram consideradas uma antiguidade em completa ruínas. Não tão recentemente foi descoberto que essas obras da antiguidade estão alinhados com as estrelas, o que fazem elas ainda mais impressionantes.

Como resultado dessa descoberta impressionante, várias teorias da conspiração surgiram sobre o possível uso de ‘ajuda interestelar’ pelos antigos egípcios na construção das Grandes Pirâmides de Gizé.

Uma equipe de cientistas de Harvard finalmente descobriu a possível resposta para esse velho enigma. As pirâmides de Gizé foram alinhadas devido ao conhecimento dos egípcios de como o sol se move sobre a superfície da Terra e a sombra que projeta. Este estudo foi publicado no Journal of Ancient Egyptian Architecture em 2017.

Como todos sabemos, Orion está perfeitamente alinhado com as pirâmides de Gizé. Estou falando sobre o cinturão de Órion, isto porque a nível religioso, esta constelação era a representação física de Osíris e Ísis e alguns dos deuses mais importantes do panteão.

Ao alinhar as pirâmides com essa área da constelação, os antigos egípicios acreditavam que os mortos que eram enterrados ali chegariam diretamente com Osíris, que o levaria ao Juízo Final no outro mundo.

Mesmo com a ausência da tecnologia moderna, os antigos conseguiram atingir níveis extremamente altos de precisão e isso deixou os cientistas perplexos. Glen Dash, arqueólogo de Harvard, parece oferecer uma explicação:

“O estudo sugere que os egípcios há aproximadamente 4.500 anos poderiam ter usado o equinócio de outono para alcançar o alinhamento perfeito.” Explica Dash

É comum pensar que a precisão é exata, mas não é. Apesar de ter uma margem de erro mínima, a precisão foi alcançada graças à sombra que o sol projeta na superfície da Terra nos equinócios de outono.

“O equinócio é considerado como a época duas vezes por ano em que o plano do equador da Terra passa pelo centro do disco solar, e a duração do dia e da noite são quase iguais”, documenta o Science Alert.

“Os egípcios, infelizmente, nos deixaram poucas pistas”, lamenta Dash.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.