“Vou para o céu brincar muito até você chegar”. Mãe explica como se despediu do filho de 4 anos

Só estiveram juntos por quatro anos, tempo suficiente para Ruth Scully aproveitar cada momento com seu filho Nolan. O pequeno lutava contra um câncer agressivo e Ruth esteve com ele dia e noite desde os 3 anos de idade, quando foi diagnosticado em estágio terminal.

Nenhum pai está preparado para se despedir de um filho, e para muitos não há dor maior.

Há alguns atrás, no dia 1° de Fevereiro, Nolan perdeu a batalha contra o câncer e sua mãe, estando ciente de que o fim estava próximo, decidiu relatar os últimos momentos de vida do filho através de uma mensagem.

A comovente mensagem viralizou no mundo todo, você com certeza sentirá o imenso amor que eles sentiam um pelo outro, além da força de vontade do pequeno em lutar por sua vida.

“Quando levei Nolan ao hospital da última vez, sabia que havia outra coisa que não era apenas um caso persistente de C. difficile. Ele não comia ou bebia nada há dias e estava constantemente vomitando. “

“No dia 1º de fevereiro nos sentamos com toda a equipe. Quando sua oncologista falou, vi a dor em seus olhos. Ela sempre foi honesta conosco e lutou ao nosso lado o tempo todo, mas sua tomografia computadorizada atualizada mostrou grandes tumores que cresceram comprimindo seus brônquios e seu coração quatro semanas após sua cirurgia de tórax aberto.”

As pessoas costumam mandar mensagens de carinho e apoio para Ruth desde quando ela começou a documentar o processo de tratamento através do Facebook.

“No dia seguinte eu estava descansando, como eu dormi a maioria dos dias depois. Tinhámos um hospício a bordo, todos os seus medicamentos intraven0s, até mesmo seu DNR (Também chamada de ordem de não ressuscitação [DNR]. Um coma ou estado vegetativo persistente do qual não se espera que a pessoa se restabeleça.) assinado.

Não posso explicar como é assinar uma ordem de emergência ‘Não ressuscitar’ para seu filho.
Momentos depois, a mulher narra sua intenção de levá-lo para casa e passar uma última noite juntos, quando Nolan acordou, gentilmente colocou a mão em cima da mãe e disse: “Mamãe, está tudo bem.”.

Entre dificuldades respiratórias e um corpo extremamente cansado de tudo o que aconteceu, o pequeno Nolan disse as palavras que silenciaram sua mãe e todos que viram o bilhete.
“Eu só tenho que ir para o céu para brincar até você chegar lá.”

Várias horas se passaram e Ruth, mesmo em choque, reservou um tempo para tomar um banho e se despediu de Nolan, quando voltou do banho, ela foi informada de que seu filho estava em um sono profundo. Curiosamente, antes dela sair, seu filho havia lhe dito: “Te amo muito, mãe.”

Infelizmente, o pequeno guerreiro perdeu a batalha contra uma das piores doenças que um ser humano pode sofrer.

Esta criança é um exemplo de que grandes lutadores existem mesmo com pouca idade, mas com um grande coração.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.