Animais Curiosidades

Pesquisadores conseguem fazer o primeiro mapa genético completo do mamífero mais raro do mundo

O ornitorrinco é um dos animais mais raros que existe.

Pesquisadores conseguem fazer o primeiro mapa genético completo do mamífero mais raro do mundo

O ornitorrinco é um dos animais mais raros que existe. Tem patas e bico de pato, pele de mamífero e cauda de castor; põe ovos, mas amamenta seus filhotes; Nada debaixo d’água com os olhos, narinas e ouvidos fechados, e se orienta por meio de um sistema eletrossensorial para capturar sua presa; e o macho tem ferrões venenosos em seus calcanhares.

Quando foi descoberto – na Austrália em 1700 – os pesquisadores acreditaram, desde os primeiros esboços, que era uma fraude. Hoje, o primeiro rascunho de seu genoma, publicado na revista “Nature”, confirma em escala molecular que é o que aparece a olho nu: uma mistura de ave, réptil e mamífero.

A nova pesquisa mostra que o ornitorrinco também carrega genes de caseína e que, portanto, a composição de seu leite é bastante semelhante à de vacas, humanos e outros mamíferos.

“Isso nos mostra que a produção de leite em todas as espécies de mamíferos existentes se desenvolveu através do mesmo conjunto de genes derivados de um ancestral comum que viveu há mais de 170 milhões de anos, junto com os primeiros dinossauros do período Jurássico.” Zhang garante.

E ainda há uma grande diferença com a grande maioria dos mamíferos que o aproxima dos pássaros: os ornitorrincos não têm dentes, mas possuem duas espécies de placas com os quais trituram seus alimentos. No entanto, aproximadamente 120 milhões de anos atrás, eles devem ter possuído.

 Publicidade
O ornitorrinco perdeu seus dentes há milhões de anos

O ornitorrinco (“Ornithorhynchus anatinus”) é um animal endêmico da Austrália e da Tasmânia. Evolutivamente, é encontrado no primeiro ramo da árvore genealógica dos mamíferos, junto com as equidna, os outros mamíferos que botam ovos. Essas duas espécies são os únicos sobreviventes da ordem dos monotremados. O ornitorrinco pode pesar 2,4 quilos e medir cerca de 50 centímetros, é semi-aquático e se alimenta de plantas, larvas, insetos e peixes.

Foto: Stefan Kraft/Wikipedia

Origem primitiva
A origem do ornitorrinco está calculada de 166 milhões de anos, como descendente de um animal que compartilharia as características de um mamífero e de um réptil. “O extraordinário sobre o ornitorrinco é que ele manteve uma sobreposição de características de duas linhagens muito diferentes, enquanto os mamíferos posteriores perderam suas características reptilianas”, explica Wes Warren, geneticista da Universidade de Washington e membro da equipe científica internacional que sequenciou o genoma do animal.





 Publicidade


“À primeira vista, parece que foi o resultado de um acidente evolutivo. Mas, por mais raro que seja, seu genoma não tem preço quando se trata de compreender como os mamíferos evoluíram”, diz Francis Collins, diretor do Instituto Nacional de o Estudo do Genoma Humano dos Estados Unidos.

Foto: Dr. Philip Bethge/Wikipedia

O genoma do ornitorrinco tem 2,2 bilhões de pares de bases – o nosso tem cerca de 3 bilhões – com um total de 18.500 genes espalhados por 52 cromossomos, 10 deles sexuais. “Sua organização genômica parece mais com um pássaro ou réptil do que com um mamífero”, diz Mark Batzer, da Universidade de Louisiana. Assim, seus cromossomos sexuais se assemelham mais aos das aves do que aos dos mamíferos. Além disso, os pesquisadores descobriram muitos genes para um tipo de receptor de odor. “Esperávamos muito poucos porque esses animais passam a maior parte de suas vidas na água”, reconhece Warren.

Os cientistas esperam que o conhecimento do DNA do ornitorrinco permita redirecionar as estratégias de conservação de uma espécie em perigo de extinção e muito difícil de se reproduzir em cativeiro.

Fonte: consumer/elconfidencial

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.