Inspiração

Mulher vai trabalhar com seu cachorro todos os dias para não deixá-lo sozinho em casa

Mulher vai trabalhar com seu cachorro todos os dias para não deixá-lo sozinho em casa

Todos nós que temos animais de estimação sabemos o quanto é difícil ir trabalhar e deixá-la sozinha o dia todo , não só pelas coisas que ela pode fazer ou quebrar, mas também pela tristeza que ela pode causar.

Thitirat Keowa-ram, uma varredora de rua de 28 anos da cidade de Bangkon, na Tailândia, encontrou uma maneira peculiar de resolver o problema para que seu animal de estimação não sofra nem possa cumprir suas obrigações de trabalho.

Fotos dela fazendo seu trabalho árduo viralizaram nas redes sociais, mas o que mais chamou sua atenção foi que em uma espécie de carrinho de bebê ela carregava seu animal de estimação, um Poodle Branco e Shih Tzu de 10 kg. Qual bebê ou ursinho de pelúcia pode ser visto relaxado nas costas de seu dono observando todo o panorama.

Ao longo da história vimos a relevância dos cães na vida dos seres humanos. De grandes personalidades da história, a qualquer um de nós, desfrutamos de seu amor e companhia. Já conhecemos até cães estrelas de Hollywood como “rin tin tin” ou o caso de “Laika”, o primeiro cão astronauta.

É que em muitas famílias estes animais chegam a cumprir o papel de “mais um”, como um filho ou um irmão. É o caso de Thitirat que adotou o “Mazda” depois que uma amiga dela deu a ela há pouco mais de um ano e a partir daí não conseguiu mais se separar dele. Falando à Reuters, ele afirmou:

“Pedi ao meu namorado que me comprasse um cachorro para me fazer companhia. Ele concordou com a condição de trazê-lo para o trabalho.”

Apesar de ter recebido algumas críticas nas redes em relação à mobilidade do cachorro, a maioria dos usuários concordou que Thitirat é um amigo fiel.

No bem e no mal.

Apesar do árduo trabalho de varredor de rua em uma cidade tão grande; Estando em pé o dia todo varrendo e recolhendo o lixo de outras pessoas com inúmeros veículos e pedestres passando, Thiritat não hesita um segundo em carregar Mazda nas costas para acompanhá-la apesar do inconveniente que isso pode acarretar.

Como se não bastasse, naquela região as estações chuvosas são muito fortes e marcadas. Mas isso não impossibilita a Mazda de acompanhar sua “mãe adotiva”, já que ela projetou um engenhoso piloto de plástico para que ele não se molhasse durante a jornada de trabalho.

Essa tendência “Pet friendly” vem crescendo cada vez mais, não só em casas de alimentação ou bares, mas até grandes empresas já se abriram para ela. Dessa forma, o funcionário fica aliviado de um problema, pois não precisa se preocupar com como está seu animal de estimação, nem precisa gastar dinheiro com creches.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.