Curiosidades

A vida e o cotidiano das pessoas que moram em apartamentos de 4m² na Coreia do Sul retratadas pelo fotógrafo SimKyundong

A vida e o cotidiano das pessoas que moram em apartamentos de 4m² na Coreia do Sul retratadas pelo fotógrafo SimKyundong

Embora o modo de vida na Coreia do Sul seja muito diferente de outros países, principalmente quando comparado ao Ocidente, é claro que o pequeno país está ganhando espaço no campo do turismo. Isso pode ser devido à tecnologia avançada do país, arquitetura deslumbrante ou tradições e costumes únicos.

A Coreia do Sul é conhecida pelas arquiteturas deslumbrantes, tradições e comidas deliciosas, e tudo isso é enfatizado nos filmes, entretanto, como na maioria dos países, há também o lado em que nem sempre é mostrado ao público e que raramente é divulgado. O fotógrafo Sim Kyu-dong residiu em Goshiwon em Seul por quase cinco anos e retratou este lado sombrio do país que poucos conhecem.

Goshiwon também é conhecido como ‘Goshitel’, e é composto por apartamentos relativamente pequenos e baratos, onde vive a população carente da cidade.

 Advertising

O fotógrafo Sim narrou toda a sua jornada com uma câmera. Abaixo está um pouco do trabalho de Sim Kyu-dong e as quase sufocantes casas sul-coreanas.

© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong

Os goshiteles são espaços de 3 a 4 metros quadrados.

© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong

Cada quarto tem uma cama, mesa e armário minúsculo para guardar bens pessoais. Os preços variam de $ 175 a $ 350 por mês. Esses quartos são procurados principalmente pelas pessoas que têm problemas financeiros.

© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong
© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong

As estatísticas indicam que uma alta porcentagem de depressão e ansiedade foi detectada entre aqueles que vivem lá.

© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong
© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong

A relação qualidade/preço não tem nada a ver com estas cabines, a maioria delas nem sequer tem janelas.

 Advertising

© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong

Devido ao seu tamanho, apenas uma pessoa pode viver lá e nem mesmo fazê-lo confortavelmente.

© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong
 Publicidade

Em entrevista ao site Bored Pand, Sim fez a seguinte declaração: “Goshiwon é realmente projetado para os candidatos que se preparam para vários testes, como o exame estadual da ordem ou os exames do serviço público. Eu usei Goshiwon toda vez que saio de casa e fico em Seul. Foi uma boa hospedagem”

© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong
© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong
© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong

Veja também: Filho de Richard Gere completou 22 anos e é tão lindo quanto o pai

© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong

 Advertising

© Sim Kyu-don Instagram/simkyudong

Acompanhe o trabalho do fotógrafo Sim Kyu-don em seu perfil no Instagram e em seu portfólio.

Com informação a redação de Manualidades Fáceis, com base em porquenosemeocurrio/Bored Pand

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

12 Comentários

  1. Cristina disse:

    E aqui vai pelo mesmo caminho!!
    Incorporadoras vendendo apartamentos de 10 m², 22 m², 36 m² e o pior: as pessoas comprando!! Aceitando pagar um financiamento sem questionar os tamanhos!
    Sugiro que quando for comprar, questionar o tamanho, e NÃO comprar e esperar mais um pouco. E quem sabe se ficassem encalhados, as construtoras mudassem essa visão de só lucro e realmente pensar em qualidade de vida de quem vai pagar a vida toda por um imóvel!!

  2. Geraldo Filho disse:

    O que deveria ser feito é uma lei, pois contra a força da grana não há quem possa. Simplesmente proibir a construção de “moradias” com metragem menor que 15m2, por exemplo…

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.