Diverso

Aluna é expulsa da aula por incomodar a professora por causa do vestido que estava usando

Ela foi expulsa da aula por chamar a atenção de seus companheiros. Suas roupas geraram um grande debate em toda a internet.

Aluna é expulsa da aula por incomodar a professora por causa do vestido que estava usando

Não é segredo para ninguém que os jovens de hoje romperam todos os padrões do que é “bem visto” e por isso decidem ir para as aulas se vestindo de maneira diferente dos outros. Principalmente os adultos, que têm dificuldade em entender as novas tendências da moda.

Por isso Karis teve que passar pelo vergonhoso momento de ser retirada da sala de aula e ser levada à direção para esperar por seus responsáveis para que pudesse voltar para casa e perder seu legítimo direito à educação.

A canadense de 17 anos usava um vestido e um suéter de gola alta onde realmente não aparecia nada, o vestido nem era muito curto mas sua professora ficou confusa e disse

“Você é uma distração para todos os seus colegas e é por isso que você deve sair da sala de aula.”

 Publicidade

Este fato causou grande frustração com seus colegas de classe e principalmente com seu pai, pois ele sabia que sua filhinha não estava aparecendo mais do que o necessário.

“Eu nunca permitiria que Karis fosse para a aula em trajes vulgares. O vestido pode dar a impressão de ser uma lingerie feminina por causa da renda e do decote pronunciado, mas não é o caso. Ele também usava um suéter que cobria tudo. ” Christopher, pai da menina afetada.

Este pai, angustiado com o abuso da filha, resolveu divulgar em suas redes sociais, tendo quase que imediatamente a atenção de todos e recebendo o apoio de milhares de pessoas.





Motivo pelo qual a diretoria da foi forçada a se manifestar e pedir desculpas públicas a Karis e sua família.

Tudo isso em decorrência da eclosão social que fez com que essa jovem de 17 anos violasse seu direito de receber aulas simplesmente por causa de suas roupas.

Karis apenas comentou que não queria que nenhum outro colega passasse por esse constrangimento público.

“Ninguém merece ser tratado assim, muito menos por se vestir de uma forma diferente das outras”.

Compartilhe esta publicação e deixe-nos seu comentário se você considera que a professora tinha todo o direito de retirar Karis da sala de aula ou se, ao contrário, ela cometeu um ato discriminatório.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.