Curiosidades

Fábrica de sucos despejou milhões de cascas de laranja em uma área desmatada e um ‘milagre verde’ aconte 25 anos depois

Fábrica de sucos despejou milhões de cascas de laranja em uma área desmatada e um ‘milagre verde’ aconte 25 anos depois

A maioria dos fabricantes de produtos orgânicos desperdiça uma quantidade significativa de matéria-prima que poderia ser reutilizada. Ou seja, o setor responsável pelos resíduos pode ser melhorado e o desperdício pode ser reduzido.

Algumas pessoas que estão cientes disso decidiram visitar essas empresas e oferecer soluções para os problemas de resíduos orgânicos. Mas a ideia de dois ambientalistas da Costa Rica para ajudar o meio ambiente, chamou a atenção.

Daniel Janzen e Winnie Hallwachs, os cérebros por trás de uma invenção incrível, abordaram uma empresa de sucos em 1997 para apresentar uma ideia. Para ser possível, a emprega teria que lhes fornecesse resíduos que seriam despejados, de laranja, incluindo casca e polpa, bem como um pequeno terreno em que onde seriam descartados.

O objetivo era ver o que aconteceu com o lixo e como isso pode impactar o ecossistema.

A corporação consentiu e entregou a eles 3 hectares de terra, além de todo o lixo de laranja. O local em questão era uma área desmatada, mas limpa, onde foram descartadas mais de 12.000 toneladas de casca e celulose ao longo de um ano.

Após os resíduos serem despejados, o local foi “abandonado” por mais de uma década e os autores da ideia, Daniel e Winnie, deixaram o tempo e a natureza trabalhar. Antes de sair do local, a dupla colocou uma placa com letras amarelas para ajudar a localizar o no futuro, quando retornassem.

16 anos depois, eles retornaram ao local e a primeira coisa que fizeram foi procurar aquela placa, o que provou ser um esforço quase impossível, pois estava praticamente irreconhecivel. Eles passaram horas procurando pela bendita placa e, quando finalmente o localizaram, não podiam acreditar no que estavam vendo.

Conhecidencia ou não, o local que estavam era exatamente o que procuravam na floresta!

O que antes era um local seco e sem vida, agora se transformou em um lugar lindo com vegetação exuberante e solo rico em nutrientes. Além disso, os ambientalistas observaram uma diferença notável entre o local onde o lixo foi jogado e a propriedade vizinha: o primeiro tinha uma vegetação diversificada, mas o segundo tinha apenas uma espécie de árvore; isso é incomum e surpreendente.

“A vegetação do local era incrível, dava para ver um solo mais saudável, árvores enormes e fortes, além de espécies diferentes e tudo graças ao lixo que todos achavam inútil, mas mais de uma década depois, os resultados não foram acreditar”, comentou Janzen.

Inclusive descobriu-se que essa nova floresta é capaz de absorver 11 vezes mais CO2. Então, a ideia desses duas grandes mentes valeu muito a pena. Esse resultado inesperado levou à conclusão de que essa forma era uma estratégia fantástica para combater o aquecimento global.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.