Curiosidades História

As enigmáticas espadas italianas cravadas nas rochas

Quem nunca ouviu falar da lenda do Rei Arthur e da espada na pedra? Uma história semelhante, embora muito menos conhecida, também pode ser encontrada na Toscana. Esta é a lenda da espada na pedra de San Galgano.

As enigmáticas espadas italianas cravadas nas rochas

A história do Rei Arthur e sua lendária espada Excalibur, que ele sacou de uma rocha para demonstrar seu direito divino ao trono, é bem conhecida. Mas o que é ficção para os britânicos é um fato para os italianos, já que em uma abadia toscana em Montesiepi há uma espada cravada em uma rocha sólida.

A espada, da qual só se vê o cabo e alguns centímetros da lâmina, está hoje guardada na Abadia de San Galgano, na localidade de Montesiepi, a cerca de 30 quilômetros de Siena. Diz a lenda que Galgano Guidotti, um nobre toscano do século 12, cravou a espada na rocha após uma visão do arcanjo Miguel, pela qual ele renunciou à sua vida de violência e luxúria em favor de um pequeno eremitério para mais tarde se tornar um santo.

 Publicidade

Nascido em 1148 na pequena cidade de Chiusdino, Galgano disse ter levado uma vida implacável em seus primeiros anos. Embora ele tenha se tornado um cavaleiro e treinado na arte da guerra, ele era considerado arrogante e levava uma vida de bandido, até que o arcanjo Miguel apareceu diante dele e lhe mostrou o caminho da salvação. Em sua visão, Galgano seguiu o arcanjo subindo a colina de Montesiepi, onde encontrou os doze apóstolos e Jesus. Após a visão, o cavalo de Galgano recusou-se a obedecer às suas ordens de retirar-se do local e foi sozinho para a colina real da visão de seu mestre. Convencido de que era um sinal, Galgano decidiu, ali mesmo, desistir de sua vida perversa.

Espada de San Galgano na ermida de Montesiepi (rotunda de Montesiepi).




 Publicidade

Uma voz então lhe disse para renunciar a todas as coisas materiais, ao que Galgano respondeu que seria tão difícil quanto quebrar uma rocha. Para provar isso, Galgano desembainhou sua espada e a cravou no solo rochoso. Para sua surpresa, a pedra cedeu como manteiga e a lâmina perfurou a superfície dura. Galgano entendeu a mensagem e estabeleceu sua residência permanente naquela colina como um humilde eremita. Ele nunca deixou a colina, vivendo na pobreza, acompanhado por animais selvagens e ocasionalmente visitado por aldeões e monges.

De acordo com outra versão da história, Galgano queria fazer uma cruz no morro, mas, como não tinha madeira por perto, decidiu plantar sua espada no solo rochoso. Diz-se que a espada foi imediatamente fundida com a rocha inteira para que ninguém pudesse extraí-la.

Exterior da ermida de Montesiepi.




 Publicidade

Por séculos, a espada foi considerada uma farsa. Mas depois de examinar a composição do metal, os pesquisadores afirmaram que os materiais eram “compatíveis” com a época em que a lenda foi ambientada. Um estudo do georadar revelou ainda que sob a espada existe uma cavidade, com cerca de dois metros de comprimento, que se acredita conter possivelmente o corpo do cavaleiro.

A espada de San Galgano cravada na rocha (Instagram).

Argumenta-se que a lenda de San Galgano inspirou as lendas medievais sobre o Rei Arthur e a espada Excalibur. A primeira história sobre o Rei Arthur sacando uma espada de uma pedra (ou mais precisamente de uma bigorna na pedra) parece ter aparecido nas décadas após a canonização de Galgano.

Fonte: destinoinfinito/clarin

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.