Animais

Coala desesperado e cheio de sede para um grupo de ciclistas e bebe água de suas garrafas

Coala desesperado e cheio de sede para um grupo de ciclistas e bebe água de suas garrafas

O encontro ocorreu quando a ciclista Anna Heusler e um grupo de colegas do sul da Austrália, em direção à cidade de Adelaide, de repente no meio da estrada, avistaram um coala sedento que estava sentado devido às altas temperaturas.

Não é incomum ter esse tipo de encontro naquela cidade, mas o que impactou o grupo de ciclistas foi a reação do coala ao perceber a presença do grupo de ciclistas.

Como esperado, Anna e o grupo pararam para ajudar o animal, com a intenção de localizá-lo na floresta e dar-lhe água para beber, mas na hora de fazer isso, o coala fez algo que nunca haviam visto antes.

Anna disse ao 7News:

“Eu parei na minha bicicleta e ele se aproximou de mim, bem rápido para um coala, e quando eu estava lhe dando um gole de todas as nossas garrafas de água, ele realmente subiu na minha bicicleta. Nenhum de nós jamais tinha visto algo assim.”

Depois que ajudaram o coala e lhe deram de beber, graças ao fato de ele ter saído ileso dos incêndios na floresta, eles o acompanharam de volta às árvores próximas.

Veja o vídeo:

Embora esse encontro tenha ocorrido por conta de um incidente, foi um momento divertido e agradável para Anna, ela não hesitou em divulgar o que havia vivido em suas redes sociais.

Em seu Instagram, ele compartilhou as imagens e legendas de sua postagem:

“Coalas ficam com muita sede em uma onda de calor, este coala caminhou em minha direção enquanto descia e subiu na minha bicicleta enquanto eu lhe dava um gole.”

Devido aos fortes incêndios que ocorreram nas colinas de Adelaide, que antingiram cerca de 25.000 hectares de terra, os coalas foram obrigados a se mobilizar em busca de comida e água.

 Publicidade

Adelaida Koala Rescue, é uma das organizações que visa ajudar a reduzir esta situação, Jane Brister, pertencente a esta ONG, está a cuidar de cerca de 46 coalas que foram afetados por incêndios florestais.

Jane disse em uma entrevista:

“Um grande problema que estamos percebendo agora é que os coalas estão morrendo de fome… simplesmente não há comida. E parte do problema é que leva pelo menos quatro dias para alguém encontrá-los. “

Este centro normalmente não cuida de tantos coalas de uma vez, mas esse número está aumentando devido aos incêndios, que tornam as fontes de alimento para os coalas escassas.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.