Histórias reais Vinicius Delmondes

Casal adota quatro irmãos juntos para não crescerem separados

No mundo inteiro, o ato de adoção é um ato de nobreza que demonstra amor e empatia, e, em muitos casos, pode até salvar vidas de crianças necessitadas. Imagine agora uma história extraordinária, onde não apenas uma criança foi adotada, mas quatro irmãos foram acolhidos juntos, evitando assim que fossem separados. Essa história é um exemplo notável de dedicação, amor e empatia.

Leandro, Cristiano, Enzo e William são quatro irmãos brasileiros que se tornaram órfãos devido à incapacidade de sua mãe de cuidar deles. No entanto, eles encontraram um novo lar e uma nova família nos Estados Unidos, com Brandon e Jennifer Pratt, em Iowa. Apesar das dificuldades linguísticas iniciais, as crianças se adaptaram rapidamente à sua nova vida, aproveitando a oportunidade que lhes foi dada. Curiosamente, apesar de seu amor pelo futebol, eles também se tornaram fãs de futebol americano, frequentando estádios com sua nova família.

A jornada para a adoção não foi fácil, como é comum em muitos países. Foram necessários dois anos e meio de negociações e o apoio de uma agência especializada até que essa família finalmente se formasse.

A escolha de adotar crianças brasileiras não foi aleatória. O cunhado de Jennifer é brasileiro, o que proporcionou à família algum conhecimento sobre a cultura e a situação no Brasil. Eles estavam conscientes da extensa pobreza e das dificuldades enfrentadas por muitas crianças no país.

Inicialmente, a ideia era adotar as crianças progressivamente, já que o casal desejava ter uma família numerosa. No entanto, à medida que o processo avançava e eles percebiam as complexidades envolvidas, decidiram adotar todas as crianças juntas, garantindo que não fossem separadas. Brandon explicou essa decisão, destacando as dificuldades do processo e o desejo de manter os irmãos unidos.

Após a conclusão do processo burocrático, os pais tiveram que passar 30 dias de adaptação com os filhos no Brasil. Em seguida, levaram mais 28 dias para obter os vistos e passaportes das crianças. No total, passaram 58 dias no Brasil, construindo laços mais fortes com seus filhos.

É impossível não imaginar como seria a vida dessas crianças se não tivessem encontrado Brandon e Jennifer. Elas enfrentaram o abandono de sua mãe em uma idade tão jovem e cresceram em um orfanato em um país marcado por profundas desigualdades.

A história desse casal norte-americano é um exemplo inspirador. Felizmente, essas crianças agora estão em casa, preocupando-se apenas com sua felicidade, como todas as crianças deveriam fazer.

Esperamos que essa história inspire outras pessoas a considerar a adoção. A adoção não apenas realiza o sonho de formar uma família, mas também oferece a oportunidade de salvar vidas, proporcionando às crianças um ambiente de amor e apoio para crescer e se desenvolver plenamente.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Ilenir pereira disse:

    Não foi nada fácil, mais no final deu tudo certo, graças a Deus. Que Deus abençoe essa família linda

  2. Jucelia Carmen mota disse:

    Que coisa mas linda este casal não separou nenhum irmão deus é maravilhoso e vai fazer dessa família um exemplo de vida.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.