Histórias reais

Jovem que morreu de câncer formou um coração com as mãos ao se despedir: “Digo adeus à vida orgulhoso de quem fui”

Jovem que morreu de câncer formou um coração com as mãos ao se despedir: “Digo adeus à vida orgulhoso de quem fui”

Dizer adeus a alguém que você não verá novamente em sua vida pode ser muito doloroso. Quando alguém inesperadamente sai deste plano de existência, é um momento particularmente difícil de aceitar.

Para o indivíduo que sabe que vai morrer nessas circunstâncias, o esforço deve ser consideravelmente mais desafiador. Rodrigo Jisó, um homem de 37 anos que foi diagnosticado com um tipo de câncer, perdeu a luta contra a doença.

Jisó, um conhecido ativista dos direitos da comunidade LGBTIQ+, falou sobre sua experiência com tratamento de câncer e quimioterapia na plataforma de mídia social Twitter. Como resultado, um grande número de pessoas começou a acompanhar seu caso e a acompanhar sua situação de saúde.

Jisó faleceu na segunda-feira, 9 de maio, após uma longa batalha contra esta doença. Para se despedir em paz e contentamento, Rodrigo deixou uma mensagem final para ser postada em sua conta no Twitter.

“Pedi para deixar uma mensagem para eles. Depois de uma dura batalha de saúde me despeço da vida para transcender, saí vitorioso porque o amor sempre vence. Fui amadO mais do que nunca, o ensinamento é viver intensamente o hoje, confie e amém, não espere o amanhã. Lembrem de mim“, escreveu Jisó como seu último post com sua autoria.

Sua família deixou mais cartas, fotografias e outras lembranças.



“O último adeus, como um bom defensor dos direitos humanos, orgulhoso de quem fui”, acrescentou Rodrigo em suas últimas palavras.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.