Fotógrafo procura as pessoas que fotografou há 30 anos para recriar as imagens

É algo único poder comparar como os anos se passam com a ajuda das fotografias. Ver uma fotografia de um mundo que não existe mais e compará-lo com o de hoje nos dá uma sensação da inevitável da passagem do tempo.

Chris Porsz é um fotógrafo que fez um projeto pessoal que se trata disto. Ele se descreve como um artista diligente, apaixonado e pouco obcecado. Ele publicou dois livros ilustrados intitulados “Reunions”, nos quais compila centenas de fotos das décadas de 1970 e 1980 e as compara com as mesmas pessoas de hoje.

O objetivo de Porz era reunir pessoas que ele viu há 40 ou 50 anos para ver o quanto elas mudaram. Esta galeria é idêntica à uma que publicamos anteriormente, mas filtrada pela perspectiva de Chris Porz. Qual deles você acha que fez o melhor trabalho de capturar quase tudo?

Dog e Tina eram ambos punks quando foram fotografados nos anos 90, ainda com 18 anos. Hoje eles não moram mais juntos, mas combinaram de se reunir para refazer a fotografia.

Layla Gordon. 1983/2014.

Irmãs com chiclete. 1980/2012.

David Harvey e Tim Goodman. 1980/2010.

Fila para usar o telefone. 1981/2016.

40 anos de diferença em ambas as fotografias.

Xênia Gordon. 1983/2011.

Vendedor de sorvete. 1980/2014.

Trudi e Dave Talbot. 1980/2010.

Flautista. 1986/2015.

Colegas de escola comendo batatas fritas. 1983/2016.

Ian Medler e Peter Yates. 1980/2010.

As crianças de lá já têm mais de 40 anos.

O primeiro emprego de Tasbir. 1982/2016.

Irmãos tomando sorvete. 1981/2015.

Lanche entre amigos. 1982 e 2011.

Mickey “Metal”. Ele perdeu a capacidade de andar por conta própria devido a vários acidentes de motocicleta.

Quatro amigos. 1980/2015.

Irmãs. 1980/2013.

Badger Farcue comendo pizza. 1985/2016.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.