Curiosidades

Espirais misteriosas surgem no céu da Nova Zelândia e intriga moradores

Espirais misteriosas surgem no céu da Nova Zelândia e intriga moradores

No último domingo, um evento deixou os neozelandeses maravilhados. Por volta das 19h25, estranhas luzes em espiral começaram a se formar no céu da Nova Zelândia.

Alasdair Burns, um guia de observação de estrelas em Stewart Island, recebeu uma mensagem de um amigo dizendo-lhe o que estava perdendo, dizendo-lhe para sair por um momento e olhar para o céu: “Assim que saímos, era muito óbvio o que ele significou.”

O homem descreve o fenômeno como algo realmente raro de se ver, segundo sua descrição era uma enorme espiral azul no meio da escuridão da noite.
“Parecia uma enorme galáxia espiral, apenas pairando no céu e flutuando lentamente. Um sentimento bastante assustador.”

 Advertising

Para não perder o momento, Burns tirou algumas imagens de longa exposição e compartilhou em sua conta no Twitter, ele também disse que quando viram as luzes ligaram para todo o bairro para que ninguém perdesse o show.

“Nós rapidamente batemos na porta de todos os nossos vizinhos para mostrar a eles também. E então havia cerca de cinco de nós, todos na nossa varanda compartilhada olhando para cima e, bem, pirando um pouco.”

Aparições desse tipo podem causar todo tipo de teorias e mais para os fãs de astronomia, alguns começaram a formular dúvidas sobre a possível presença de foguetes alienígenas ou algo relacionado à vida extraterrestre.

No entanto, a ciência sempre vai querer ter uma explicação lógica para tudo o que acontece em nosso planeta. O professor Richard Easther, físico da Universidade de Auckland, chamou isso de um fenômeno muito estranho, mas muito fácil de explicar.
“Quando o propelente é ejetado pelas costas, você tem o que é essencialmente água e dióxido de carbono, que forma brevemente uma nuvem iluminada pelo sol no espaço”, disse Easther.

Em outras palavras, o aparecimento de luzes no céu dessa natureza pode ter uma razão de ser e geralmente é quando um foguete coloca um satélite em órbita.

“A geometria da órbita do satélite e também a maneira como estamos em relação ao sol – essa combinação de coisas foi perfeita para produzir essas nuvens de aparência completamente louca que eram visíveis da Ilha do Sul”.

O professor disse que o foguete responsável pela criação dessas luzes pode ser o Globalstar do Space X, enviado da Flórida no mesmo dia.

Um precedente semelhante aconteceu em 2009, mas no céu da Noruega, supostamente um míssil russo causou algo semelhante a essas luzes.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.