Polêmico

“Devem pedir minha permissão”: mãe proíbe seus sogros de beijar sua filha de 2 anos: VÍDEO

“Devem pedir minha permissão”: mãe proíbe seus sogros de beijar sua filha de 2 anos: VÍDEO

Para alguns, a decisão desta mãe de proibir seus sogros de abraçar ou beijar sua filha é exagerada, já para outros, esta mãe está totalmente certa. Um estudo realizado constatou-se que, na maioria dos casos de absurdo sexual, o agressor costuma a ser algum membro da família, primos, tios, avós, ou em alguns casos, o pai.

Por esse motivo, essa mãe Asustraliana proibiu seus sogros, e a maioria do círculo famliar de se aproximar de sua filhinha, muito menos de dar um beijo sem o consentimento da menina.

“ Meu único objetivo com isso é que meu bebê entenda que ela tem todo o direito e poder de decidir quem se aproxima dela e quem não o faz, que ela sabe como estabelecer limites e que esses limites devem ser respeitados por qualquer pessoa”.

A decisão da mulher deixou os avós da criança bastante ofendidos quando a menina se recusa a receber os abraços.

“O que há de errado, nós temos que pedir sua permissão para beijar você?”, dizem eles.

Existem pais que obrigam os filhos a beijar e cumprientar as pessoas com quem os pequenos não se sentem à vontade ou seguros, até mesmo por educação.

Você se sentiria confortável caso um estranho fosse até você para lhe cumprimentar ou beijar?

O fato é que as crianças também merecem os mesmos direitos pelos quais nós, adultos, lutamos, especialmente por serem as mais vulneráveis.

“Os sentimentos de ninguém serão mais importantes ou superiores aos da minha filha, ela tem todo o direito de decidir a quem dar o seu carinho.”

Por outro lado, Ursula Wagner , integrante da organização social “trabalhos em família” , comentou após ver o vídeo dessa mãe.

“Forçar as crianças a beijar e abraçar os adultos é enviar-lhes uma mensagem errada, pois fará com que acreditem que, quando surgir uma situação semelhante, não serão capazes de dizer não e permitirá que abusem deles com muito mais facilidade.”

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.